quarta-feira, 25 de maio de 2016

LOUSA DIGITAL TAMBÉM É PARA EJA

Muito se fala em uma cultura arcaica de negar acesso a educandos e educandas da modalidade EJA no que se refere a infraestrutura da escola. Bibliotecas, laboratórios de informática, sistemas de tecnologia avançada, enfim, como se a EJA, tradicionalmente no noturno, fosse um mundo a parte, desvinculado da escola, do dito nível fundamental "regular", o que nos leva a questionar: mas a EJA também não é regular? Atualmente, a modalidade de educação de jovens e adultos em Canoas já rompeu algumas barreiras, como turmas no diurno, e paulatinamente vai ocupando espaço dentro das escolas e reivindicando o mesmo tratamento dado ao ensino fundamental "regular".


No dia 12 de maio, a Unidade de Educação de Jovens e Adultos promoveu uma formação para um grupo de educadores(as) da EJA sobre como utilizar a lousa digital como ferramenta pedagógica. A professora Maria Cristina Cavalcanti da Diretoria Pedagógica da SME, que exerce assessoria no PROINFO, promoveu atividades mostrando o funcionamento básico, os aplicativos e a construção de sequencias didáticas. O objetivo é capacitar os(as) educadores(as) da modalidade, visando torná-los multiplicadores em suas escolas, oportunizando um trabalho diferenciado junto a nossos(as) educandos(as) da EJA. A proposta da oficina foi de inciativa da assessora pedagógica prof. Sandra Frozza.

FORMAÇÃO PARA ÁREA DE CIÊNCIAS NATURAIS E EXATAS


Completando o ciclo de formação das Áreas do Conhecimento, na terça-feira, dia 17 de maio, foi a vez de Ciências Naturais e Exatas conhecerem as Diretrizes Curriculares Municipais para a Educação de Jovens e Adultos. A professora Sandra Frozza, assessora pedagógica da Unidade de Educação de Jovens e Adultos da Diretoria de Ensino Fundamental/SME, após a explanação das Diretrizes, também detalhou os objetivos do componente curricular Ciências Naturais associados às Diretrizes, os quais irão fazer parte do Projeto Político Pedagógico da EJA. 

A professora Fabiana Damasco da Diretoria Pedagógica desenvolveu atividades associadas à Área e passíveis de serem executadas em sala de aula. Segundo ela, "o estudo das ciências naturais e exatas permite uma combinação possível. Podemos desenvolver atividades unindo as duas áreas e ainda utilizar metodologias  que auxiliem o professor a despertar e motivar os alunos para a aprendizagem". Fabiana mostrou a utilização da engenharia didática, uma metodologia francesa do início dos anos 80 que é equiparável ao trabalho de um engenheiro. Destacou ainda, a intensa participação do grupo de educadores(as).


domingo, 24 de abril de 2016

REUNIÕES DAS EQUIPES DA EJA MARCAM A RETOMADA DO BLOG DA UNIDADE

Cerca de três anos e meio depois, retomamos o blog da Unidade de Educação de Jovens e Adultos, agora diretamente "linkado" ao Portal da Secretaria Municipal de Educação e, portanto, oficializado. Neste tempo, procurei manter as informações da modalidade através de um blog pessoal, o qual também está "linkado" ao Portal. Reiniciamos com a matéria sobre duas reuniões realizadas na SME com as Coordenações da EJA.


A primeira, no dia 31 de março, contou com a presença do Conselho Tutelar, representado pela conselheira Maria Teresinha de Souza Ribeiro e Gilson dos Santos Oliveira. Os conselheiros fizeram uma apresentação da estrutura e das políticas desenvolvidas pelo Conselho Tutelar nos quadrantes da cidade. Atualmente, cerca de 70% dos(as) educandos(as) da modalidade são adolescentes entre 15 e 17 anos de idade, fazendo com que as escolas que ofertam EJA tenham de manter um contato mais frequente com o Conselho. Outros assuntos tratados foram:
1) Planejamento dos professores;
2) A confecção dos Planos de Trabalho Periódico;
3) Levantamento dos casos de Inclusão;
4) As funções do articulador;
5) Participação nas atividades associadas às Olimpíadas;
6) Formação dos professores de Linguagem, Códigos e suas Tecnologias.


A segunda, no dia 14 de abril, teve como ponto central a segurança nas escolas com EJA, recebendo a presença da Diretora da Guarda Municipal da Secretaria Municipal de Educação Eliege Teixeira, a qual disponibilizou todos  os contatos e os responsáveis que poderão ajudar fazendo trabalho de prevenção, bastando agendarem horário na escola. A Guarda se propõe auxiliar nas situações difíceis, estando no início das aulas no horário de entrada, nos intervalos, e no final, na saída. Além deste, outros temas foram tratados, tais como:
1) Calendário de abril;
2) Encontro da EJA;
3) Segundo Ciclo do Curso Profissionalizante do Coletivo Coca-Cola;
4) Formação da Lousa Digital;
5) Dia Internacional da Dança;
6) Projeto Fome de Ler;
7) Atividades na Biblioteca Pública;
8) Infraestrutura das escolas à noite.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Memorando nº 2012040865 de 23/08/2012


domingo, 19 de agosto de 2012

Caravana SPE/EJA marca 100ª postagem no blog da EJA

Os alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) de oito escolas de Canoas estarão recebendo a partir de quarta-feira, 15 de agosto, a Caravana SPE (Saúde e Prevenção nas Escolas). E a primeira parada foi na Escola Duque de Caxias, no bairro Nossa Senhora das Graças. Em três oficinas curtas, de cerca de 30 minutos, promovidas pelo Canoas Viva através da prof. Geisa Bonfanti, pela Coordenadoria da Diversidade, através do prof. Luiz Antonio V. Inda e pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, os estudantes receberam informações de como evitar e de como se prevenirem do abuso de álcool e drogas, sobre homofobia, e uma palestra sobre assistência social onde ficaram conhecendo todos os programas da prefeitura que podem ser usados pelos cidadãos do município.

"Começamos a focar na EJA neste ano. Já fizemos cursos de formação com os professores para que eles utilizem as informações dentro dos eixos temáticos. Queremos instigar nos alunos o interesse e dar conhecimento para que eles possam agir corretamente", disse a coordenadora do SPE, Silvia Hansen.

A Caravana da Saúde e Prevenção nas Escolas em combinação com o Eixo Temático Cultura, Cidadania e Meio Ambiente realizará suas atividades conforme o calendário abaixo. Conversem com a Equipe de sua escola para maiores esclarecimentos. PREPAREM OS ALUNOS PARA ESTA ATIVIDADE!!!!
 
DIA                              ESCOLA

15 DE AGOSTO         DUQUE DE CAXIAS

28 DE AGOSTO         ERNA WÜRTH

11 DE SETEMBRO    JOÃO PAULO I

25 DE SETEMBRO    IRMÃO PEDRO

09 DE OUTUBRO      ODETTE FREITAS

23 DE OUTUBRO      THIAGO WÜRTH

13 DE NOVEMBRO   RIO DE JANEIRO

27 DE NOVEMBRO   RIO GRANDE DO SUL

Texto: Alexandre Rafael da Rosa (adaptado de Euclides Bitelo - SECOM)
Fotos: Alexandre Rafael da Rosa

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Reuniões nas Escolas aprofundam formação e planejamento na EJA

Com o objetivo de promover um conhecimento mais profundo da proposta pedagógica da EJA, a Diretoria de Educação Continuada e Diversidade da SME, através da Unidade de Educação de Jovens e Adultos, está realizando reuniões periódicas nas escolas com os educadores, muitos dos quais novos na modalidade, e equipes de coordenadores.
Eixos temáticos, subeixos, planos de trabalho e projetos, são temas de debates e diálogos. Os encontros tem permitido também o esclarecimento de muitas dúvidas com relação ao Regimento e à Proposta Político Pedagógica. Reflexões a respeito da juvenilização, ou seja, do ingresso cada mais constante de adolescentes na educação de jovens e adultos, da evasão e medidas de contenção, das políticas de EJA no âmbito estadual e nacional, são pertinentes nas conversas, bem como questões relativas à segurança.

No dia 17 de julho, o gestor da Unidade EJA, professor Alexandre Rafael da Rosa, esteve reunido com educadores e direção da EMEF Dr. Nelson Paim Terra. A questão da evasão foi o centro do debate. Em 2010, o índice de evasão da escola foi de 52,33%, o mais alto da Rede na modalidade, segundo dados da Unidade Administrativa da SME. Em 2011, baixou para 46,51%, ainda extremamente elevado. O objetivo é reduzir esse indicador no presente ano. A escola está com uma equipe completa no noturno. Conta com o vice-diretor prof. João Luiz S. Pinho, a supervisora prof. Carmen Letice e a orientadora prof. Alessandra H. Azevedo. A diretora prof. Eliane Ziegler está acompanhando mais de perto as ações da modalidade.

Na abertura do 2º semestre, no dia 30 de julho, a reunião foi na EMEF Carlos Drummond de Andrade, no bairro Guajuviras. O novo coordenador prof. Delmar S. Furtado e a equipe de educadores discutiram em detalhes a proposta didático-pedagógica, as diferenças entre a grade curricular do dia e o conhecimento integral com estímulo à interdisciplinaridade na EJA e a mudança de disciplinas para áreas do conhecimento. Também o tempo de planejamento e suas formas, o plano de trabalho periódico e a postagem na wiki pautaram a reunião.

Já na noite de 07 de agosto, o encontro foi com os professores da EMEF Paulo VI. Com a coordenadora da EJA prof. Marli Teresinha F. de Abreu e os educadores da escola, o diálogo girou em torno das políticas de EJA e a nova realidade na modalidade. Questões como indisciplina também foram abordadas. Entre comentários foi destacado que a rotatividade entre os educadores da educação de jovens e adultos tem prejudicado a formação continuada. Porém, novos professores tem demonstrado muito interesse pela proposta didático-pedagógica, até certo ponto inovadora e que exige um perfil para os educadores, bem como uma postura "ousada" em termos de pesquisa, plano de aula e desenvolvimento de suas atividades junto aos educandos.

Esses assuntos ainda devem ser debatidos em outras escolas em que ocorrerão esses encontros. As reuniões servem também para a promoção de uma maior integração entre a mantenedora e o corpo docente da EJA, o que tem gerado resultados muito positivos, bem como avaliações de que são produtivos e esclarecedores. Cada final de reunião há uma sensação motivadora para aplicação da proposta pedagógica.

Texto: Alexandre Rafael da Rosa
Fotos: Esc. Drummond - Prof. Delmar



domingo, 5 de agosto de 2012

Estado e Município de Canoas aproximam políticas públicas de educação na modalidade EJA

As propostas pedagógicas na modalidade EJA aproximam as políticas públicas nesta modalidade entre o Estado e o município. Eixos temáticos/temas geradores, áreas do conhecimento e totalidades passam a ser termos comuns. A 27ª CRE/SEDUC investe na oferta da modalidade no ensino médio ampliando o número de escolas credenciadas a oferecer a educação de jovens e adultos.

Na noite de 12 de julho, o diretor de DECD/SME Luiz Augusto Farofa da Silva, também coordenador da EJA na 27ª CRE, e o gestor da EJA/SME Alexandre Rafael da Rosa, se fizeram presentes na feira cultural e ato de formatura dos educandos da EJA da Escola Estadual de 1º Grau Augusto Severo.







Exposição de trabalhos

No dia 17 de julho, ocorreu uma reunião de intercâmbio na Escola Estadual CAIC Francisco José Rodrigues, no município de Cachoeirinha. O diálogo girou em torno dos temas avaliação e planejamento na EJA. O gestor da EJA/SME de Canoas Alexandre Rafael da Rosa traçou um breve histórico das mudanças ocorridas na proposta pedagógica da educação de jovens e adultos ocorridas naquele município.
Em 19 de julho, os educadores da EJA do Estado reuniram-se na Formação de Inverno promovida pela 27ª CRE/SEDUC na Escola Guarani para debater a Educação de Jovens e Adultos. Educadores da própria escola e da Escola Augusto Severo fizeram exposições de suas atividades, além da Coordenadora da EJA no Estado, Adriana Rodrigues, que abordou a educação popular a partir do pensamento de Paulo Freire. Presentes ainda no encontro o Coordenador da EJA na 27ª CRE Augusto Farofa da Silva e a Coordenadora Lúcia Barcelos.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Inaugurada turma da EJA para as mulheres do Ponto Popular de Trabalho/MTD

Na manhã de quarta-feira, 1º de agosto, foi realizada a aula inaugural da Educação de Jovens e Adultos para trinta mulheres integrantes do Ponto Popular de Trabalho no bairro Mathias Velho, ligado ao MTD - Movimento dos(as) Trabalhadores(as) Desempregados(as). No Ponto funcionam os núcleos de corte e costura e panificação. O projeto é realizado em parceria com as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social e Educação.

A proposta de alfabetização surgiu durante os cursos de capacitação. Aos poucos se estruturou o Grupo de Trabalho formado pelas instituições que formataram a composição entre a EJA e o curso profissionalizante, com o apoio da UFRGS. "O trabalho e a educação estão juntos. Uma das dificuldades para conseguir emprego é a falta de conhecimento e qualificação. Esta é mais uma conquista para estas pessoas", falou a representante do Movimento de Trabalhadores Desempregados (MTD) no município, Ereni Diniz Poerschke.

Fizeram parte do GT a prof. Rita de Cássia Machado e Emanuele Glaeser, pela UFRGS, Os profs. Duílio Miles e Fábio Marçal do IFRS, a gerente de projetos da SMDS Flávia Mariani, o gestor da Unidade EJA da SME Alexandre Rafael da Rosa e o companheiro Mauro, representante o MTD,além do coletivo de mulheres do PPT/MTD.

Com carga horária de 600 horas, as aulas da EJA associadas às oficinas profissionalizantes promovidas pelo Instituto Riograndense de Ciência e Tecnologia - IFRS ajudarão na gestão e comercialização dos produtos produzidos. Elas ocorrerão de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h, no próprio Ponto, enquanto os cursos profissionalizantes sobre produção e comercialização da padaria e da costura acontecerão na parte da tarde. O PPT está localizado na avenida Rio Grande do Sul, nº 4271, bairro Mathias Velho.

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Prof. Thiago Würt, presente na aula inaugural através do seu Diretor José D'Avila, dará estrutura necessária para a EJA: material didático, móveis, professores e merenda, disponibilizando também laboratório de informática e sala de vídeo.
A coodenadora do MTD Lurdes Santin elaborou um verdadeiro manifesto símbolo deste acontecimento que reproduzimos abaixo:

Eu quero estudar, eu vou estudar!!!
O dia nasceu como todos os outros, na verdade, diferente! Um certo calor em pleno inverno. E no coração de um grupo de mulheres nasceu como um dia de Primavera. A rotina não era a mesma, a reunião não era simplesmente uma reunião, era sim um novo começo. Sim, uma conquista da Luta e da Persistência galgada nas fileiras do MTD – Movimento dos Trabalhadores/as Desempregados/as. O dia 1º de agosto de 2012 marcou a Aula Inaugural da EJA num Ponto Popular de Trabalho, em Canoas/RS. Os sujeitos desse cenário: um grupo de mulheres que no decorrer de sua história, da história de nosso país foram negadas em seu direito de Estudar. A Mística que vivenciamos tinha a mensagem: “eu quero estudar, eu vou estudar”! A maioria com idade de avós, mas com ar e vontade de meninas. Penteadas, arrumadas, ajeitadas como se fossem para uma festa. E era uma festa, era a coroação de uma luta organizada, de um longo processo de construção de possibilidades. As lágrimas que, timidamente, correram na face regaram o campo fértil de nossa capacidade de superação, firmaram que o “Ser Mais” se concretiza quando percebendo o “Inédito Viável” superamos as “Situações Limites” e então nos humanizamos e humanizados, humanizamos. Juntos, coletivamente construímos hoje um amanhã mais feliz, mais digno, mais justo. Porque não é possível que em nosso Brasil, tão rico, tão grande. O Brasil de Paulo Freire ainda tenha tantas pessoas que não alcançaram a alfabetização. Não nos é possível aceitar que trabalhadoras como estas não tenham acesso a escolarização. E porque não aceitamos, lutamos, e porque lutamos, conquistamos. E agora somos testemunhas que um novo processo que se instaura e que um grupo de mulheres está vivendo a beleza e o desafio da alfabetização. Junto com isso qualificação técnica e formação humana, num Ponto Popular de Trabalho. É verdade que ainda não está bem estruturado, que ainda nossas crianças dividem o mesmo espaço, e tantas outras dificuldades, mas também é verdade que teremos força e coragem para enfrentar tudo e chegar no fim de ano com uma festa de formatura, da primeira turma. Primeira, porque haverá de ter continuidade até que todas atinjam a escolarização que julgarem justa e necessária.
Lurdes Santin
Educadora Popular e Militante do MTD





Texto elaborado por Alexandre Rafael da Rosa a partir de adaptação textual da SECOM

terça-feira, 24 de julho de 2012

In Memoriam


Prestamos uma homenagem à professora Loiva Vargas de Quadros, falecida na noite de quarta-feira, dia 18. Loiva era coordenadora da EJA da EMEF Carlos Drummond de Andrade. Após uma confraternização com colegas e formandos da EJA na escola, foi vitimada por um acidente automobilístico. Com pesar manifestamos nossa solidariedade a todas pessoas próximas.

“A luz de Deus te guie e te conduza a um bom lugar. Descanse em paz.” 
Colegas e amigos da EMEF Carlos Drummond de Andrade.
Canoas, 19 de julho de 2012.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

SPE/EJA certificam educadores e formadores

A Unidade da Educação de Jovens e Adultos em parceria com o SPE (Projeto de Saúde e Prevenção nas Escolas), ambos da Secretaria Municipal de Educação, depois de promover a formação de educadores (articulação e incentivo à leitura) de sete escolas municipais que possuem EJA, realizou o entrega dos certificados para 11 formandos, na noite de quinta-feira, 28 de junho. O ato contou com o apoio do Programa Canoas Viva, da Secretaria Municipal da Saúde e do Centro de Referência da Mulher.
Conforme a gestora do SPE, Silvia Hansen, a formação teve quatro encontros e teve o objetivo de auxiliar os educadores no desenvolvimento de uma proposta de trabalho alternativa nessa modalidade de ensino. "Agora vamos dar prosseguimento à proposta por meio do Projeto da Caravana da Prevenção, que se apresentará na EJA das escolas que participaram da formação. Haverá oficinas e informações aos educadores e educandos sobre as ofertas de atendimento disponíveis no município quando identificados problemas que incluam alcoolismo e uso de drogas, além da prevenção em relação a DST/HIV e tuberculose", salienta Sílvia.

Das 14 escolas municipais que adotam a modalidade EJA, oito participaram da formação: Duque de Caxias, Erna Würth, Irmão Pedro, Odette Freitas, Rio de Janeiro, Thiago Würth, Rio Grande do Sul e João Paulo I.


Participaram ainda do encontro o diretor de Educação Continuada e Diversidade, Luiz Augusto Farofa da Silva, e o gestor da EJA Alexandre Rafael da Rosa. Também estavam presentes as ministrantes do curso Maristela Elisabete Rilger, Rosane Alves Kern e Geisa Maria Bonfanti, que receberam seus certificados de palestrantes.

Adaptado de texto de Jesiel B. Saldanha (SECOM)

Mais duas edições do Projeto "OAB Vai à Escola" na EJA

 







O Projeto "OAB Vai à Escola", promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil, subseção Canoas, contemplou mais duas escolas com a modalidade EJA. No dia 26 de junho aconteceu na EMEF Dr. Nelson Paim Terra, com a palestra sobre Direito do Consumidor, ministrada pelo Dr. Fábio Bueno, diretor do PROCON Canoas, atingindo 111 alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos) com idade entre 15 a 55 anos. Tirando dúvidas, orientando os alunos em diversas situações e oportunizando um maior conhecimento sobre seus direitos e deveres, Dr. Fábio proporcionou uma aula de cidadania.

 







Já no dia 12 de julho, o Projeto aconteceu na EMEF Santos Dumont com a palestra sobre Direito do Trabalho ministrada pela Drª Selma Valêncio Cesário, desta vez contemplando 39 educandos da EJA - Educação de Jovens e Adultos, de 15 a 72 anos.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Educadores da EJA apresentam projetos em curso de formação

Nos dias 20, 21 e 25 de junho, os(as) educadores(as) da EJA estiveram participando de mais uma etapa de formação continuada. O encontro, desta vez, procurou também proporcionar momentos de descontração através de uma atividade reflexiva e motivacional promovida pela prof. Mestre Beatriz Melo Schuster, cujo objetivo era levar os participantes à pensarem sobre a importância da valorização do ser humano nas organizações: família, trabalho e comunidade, conduzindo-os para uma reflexão sobre temas atuais que fazem parte do dia-a-dia profissional e pessoal, através de atividades interativas e animadas a partir das premissas de Platão.

As escolas, por sua vez, apresentaram projetos que foram desenvolvidos junto aos educandos, numa troca de experiências, em que os educadores puderam socializar os seguintes trabalhos:


EMEF Erna Würth - Projeto Interdiscplinar: "Ler...Mais".
EMEF Rio de Janeiro - Prof. Cássia Fernanda Lopes Nunes da Área da Linguagem: Máscara - Um elo entre o eu e o outro.
EMEF Duque de Caxias - Prof. Cinara Mattos, da Educação Cidadã: Relatos da Educação Quilombola.

EMEF João Paulo I - Profs. Denise e Valquíria - Artes e Tecnologias
EMEF Irmão Pedro -Prof. Maria Dioraci: Relato do seu trabalho na Área de Linguagens e Tecnologias
EMEF Paulo VI - Prof. Joaquim: Relato de Experiências.
EMEF Vitória - Profs. Carmen Cristina Pereira e Débora Carolina Molina Leme: "História em Cena".
EMEF Nelson Paim Terra - Prof. Sonsearai: Saúde e Higiene.

EMEF Thiago Würth - Prof. Elaine Koch: Projeto Teatro Würth.
EMEF Max Oderich - Projeto Arteja.
EMEF Rio Grande do Sul - Profs Márcia Janair e Rejane Pizzato: Projeto Conhecendo Nossas Origens.
EMEF Odette Freitas - Prof. Edmara Buzatto - Ciências da Natureza e Exatas.

O destaque ficou por conta da esquete teatral apresentada pelos educandos da Escola Thiago Würth. As atrizes Teresinha Cleci Santos de Souza (70 anos), Vera Berenice Quevedo Lord e o ator Micael Souza de Freitas (15 anos), brindaram os educadores com "As Diferentes Maneiras de Ver a Vida".

Platão
View more PowerPoint from alexrrosaueja
Projeto Conhecendo Nossas Origens - EMEF Rio Grande do Sul
View more PowerPoint from alexrrosaueja